Logo Sociedade Ponto Verde

Sociedade Ponto Verde lança acelerador de empresas na área do ambiente
Sociedade Ponto Verde lança acelerador de empresas  na área do ambiente
2015-12-04
Sociedade Ponto Verde lança acelerador de empresas na área do ambiente

A apresentação do projeto Ponto Verde Open Innovation reuniu uma centena de pessoas que ficou a conhecer o projeto que se materializa num acelerador de empresas.

 

Segundo Luís Veiga Martins, Diretor Geral da Sociedade Ponto Verde (SPV), «O Ponto Verde Open Innovation reúne, numa mesma plataforma, investigadores, investidores, associações setoriais, empresas, universidades, entre outros, em prol do crescimento verde, potenciando soluções inovadoras e de valor económico. O setor dos resíduos é uma área muito versátil, de elevado potencial, com provas dadas e onde é possível continuar a inovar».

 

Ponto Verde Open Innovation será operacionalizado com o apoio de um conjunto de parceiros estratégicos das mais diversas áreas (Empresas, Academia, Economia, Banca, Ambiente, Empreendedorismo, Ciência e Tecnologia), que poderão proporcionar diversos tipos de apoio, nomeadamente mentoring, incubação de empresas e financiamento. Neste caso, as verbas serão alocadas em função da qualidade e dimensão dos projetos, quer por via de financiamento direto da SPV, naquilo que é o âmbito da sua atividade, quer por via do financiamento de outros parceiros.

 

Luís Veiga Martins salientou ainda que «o setor dos resíduos, no sentido amplo e que inclui todos os seus fluxos, encerra em si um elevado potencial para criar valor económico, para criar oportunidades de emprego e de aparecimento de eco-negócios, para aumentar a competitividade e combater o aquecimento global. Em resumo, para contribuir para o crescimento e desenvolvimento da Economia Circular».

 

«A Sociedade Ponto Verde reitera o compromisso em continuar a cumprir a sua Missão, criar valor, em ajudar a lançar empresas e negócios, em apoiar projetos e ideias com o propósito de garantir o desenvolvimento de uma Economia Circular com um enfoque especial no setor dos resíduos. Foi esta a nossa atitude e posicionamento em 1996 quando a Sociedade Ponto Verde foi criada, e será esta a atitude e posicionamento que irá continuar a ter no futuro ao nível do setor dos resíduos», reiterou Luís Veiga Martins.

 

Desde a sua criação que a Sociedade Ponto Verde tem vindo a apoiar e dinamizar a investigação e desenvolvimento. Ao longo dos seus 19 anos, já investiu mais de 2 milhões de euros nesta área. 

DESCUBRA AINDA



UK